Make your own free website on Tripod.com

Época 2009/2010

Balanço da época 2009/10
Home
Dia-a-Dia Época 2009/10
Jogos 2009/10
Balanço da época 2009/10
Recepção Futsal Dinamic
Carviçais - "Doidos por bola"
Futebol 11- Club Inglês
Festa de Natal
FESTA 22 ANOS
Os 500 jogos do "capitão"
HOMEPAGE PORTUS87

carv3.jpg
Carviçais (Trás os Montes) - Grande torneio, grande vitória, grande festa, grande deslocação!

VENCER COM CLASSE UMA ÉPOCA AGITADA

Mais uma temporada que termina na história do PORTUS87 – e esta foi já a 22ª, pelo que cada vez mais são as “estórias”, recordações e memórias que temos enquanto equipa e grupo (irmandade, não é mister?), tantas delas bem vivas neste nosso site (www.portus87.com).

Um motivo de orgulho que só tem igual no facto de crescer ao mesmo tempo a amizade e união entre os elementos do PORTUS, a cada jogo, a cada deslocação, a cada acontecimento da vida da equipa mas também da existência de cada um de nós.

Por isso, o PORTUS é tão importante para este conjunto de pessoas, que já não podiam passar sem este espaço/tempo único de divertimento partilhado, o MUNDO PORTUS87.

Não surpreende portanto que numa época muito agitada, marcada por acontecimentos fabulosos na vida do PORTUS mas também por notícias difíceis de gerir a equipa se tenha unido ainda mais, cerrado fileiras e saído por cima, cada vez mais forte. A dupla mudança de “casa”, com a saída do pavilhão de São Mamede (onde jogávamos há mais de doze anos!!!) e com o fim do nosso espaço de tainadas-sede da D. Aida, que emigrou para a Holanda, foram duros golpes para a identidade PORTUS87, a que ainda se juntou o nosso abandono de outra “casa”, a Mini-Liga). Mas temos fundações muito profundas (afinal são "mais de 20 anos a jogar a bola por prazer e amor à camisola) e que não são facilmente abaláveis.

Assim, fechamos a temporada em grande, com uma nova casa: o Pavilhão do António Nobre, mantendo o hábito dos jogos à terça à noite, já uma verdadeira instituição do Portus; e demos a volta a um registo desportivo que chegou a ser negativo durante parte da temporada. Somamos 37 vitórias, 8 empates e 20 derrotas, num total muito apreciável de 65 jogos. Mas na viragem de 2009 para 2010 a coisa estava preta: 13 derrotas contra 7 vitórias.

A verdade é que em 2010 reagimos em força e com o espírito único do PORTUS: passamos a jogar quase sempre mais do que uma vez por semana, melhoramos fisicamente, ultrapassamos várias lesões (só o Sebas teve uma época negativa neste aspecto, com várias recaídas) e realizamos uma segunda parte da temporada espectacular em termos desportivos: em 2010 jogamos 44 jogos, com 30 vitórias, 7 empates e apenas 7 derrotas.

Para tal inversão fantástica foi igualmente fundamental voltarmos a ter um pavilhão a que podemos chamar “casa”: incrível o facto de a reviravolta ter acontecido exactamente a partir de Janeiro quando começamos a jogar no António Nobre (12 de Janeiro). Aliás, tivemos 10 jogos invictos no novo poiso (com 9 vitórias e 1 empate).

Mas nem tudo foram rosas nesta segunda parte da temporada: em Janeiro o Fórum de Futsal Amador (FFA) foi suspenso e em Março fomos obrigados a romper com um vínculo que muito prezávamos: a nossa participação na Mini Liga (dois títulos máximos em 4 anos de competição). Infelizmente, o que é bom também não dura para sempre e uma sucessão de acontecimentos muito desagradáveis acabaram na decisão (custosa mas inevitável) de deixar a Liga. Como sempre, respeitamos os nossos princípios (vêm de há demasiado tempo para podermos passar por cima deles...) além de que a paciência para aturar certas coisas e cromos tem limites.

O mais importante é que soubemos lidar como verdadeira equipa perante uma situação bem complicada e, mais importante do que tudo, sempre a uma só voz. A voz PORTUS87. Aquela que realmente interessa para nós.

Apesar de ficar a faltar uma importante dimensão da nossa actividade competitiva após a saída da MIni Liga, isso não abalou minimamente a motivação dos elementos do PORTUS, capazes de jogar “amigáveis” com a mesma atitude com que disputam  jogos de competições. E nem é preciso recorrer aos excelentes resultados de 2010 para provar esta realidade.

Curiosamente, nem se pode dizer que em termos desportivos 2009/10 tenha sido minimamene negativo, pesem os resultados apenas medianos na Mini Liga (e posterior saída): mostramos enorme apetência para os torneios rápidos, vencendo todos aqueles em que participamos ao longo da temporada: SUPERTAÇA DA MINI LIGA (jogada em torneio triangular em Outubro); TORNEIO DE NATAL (em Dezembro, no Porto) e DOIDOS POR BOLA (Carviçais, Trás-os-Montes, Maio). Três conquistas conseguidas com muita garra, capacidade de luta e força de vontade. À PORTUS87.

Numa temporada que não foi rica em deslocações – nem sempre podem ser – destacou-se a aventura trasmontana, na qual o nosso Nuno Póvoa organizou na sua terra, Carviçais, um daqueles dias míticos PORTUS87: um torneio excelente, comida e bebida dignos de deuses (aquelas entradas em casa do Nuno!), ambiente e animação extraordinários. Uma deslocação que ficará para sempre no rol dos grandes momentos PORTUS87.

Mas como no PORTUS não somos apenas especialistas em deslocações míticas e também gostamos de bem receber, tivemos também a oportunidade de organizar um fantástico jogo/noitada com os nossos amigos belgas do DYNAMIC HOUTHALEN, liderados pelo grande Dirk. A meio de Julho esta excelente equipa visitou-nos (pela terceira vez!) e mesmo derrotando claramente os visitantes por 9-2 fomos muito bons anfitriões, com uma bela noitada de copos e cantorias a cargo do duo Orlando-José Manuel. Já um must por onde o PORTUS passa. E desenha-se mesmo um eventual regresso à Bélgica em 2010/11. Tenham medo, muito medo!

Outro facto importante na temporada 2009/10 passou pela incursão do Portus pelo futebol de sete, com a disputa da Superliga Masterfoot, em Alfena, aos domingos à noite. Com a equipa complementada com alguns amigos, todos eles bons jogadores e excelentes companheiros, demos boa conta do recado, mesmo que a competição tenha deixado a desejar ao nível do ambiente vivido nos jogos e de organização (expulsões e desistências de várias equipas). Enfim, valeu pela experiência e pela mudança de cenário competitivo.

Mas 2009/10 ficará na vida do PORTUS ainda por uma outra razão verdadeiramente histórica: ao longo da época, 4 elementos completaram o impressionante número de 500 jogos ao serviço da equipa, e isto apenas desde que temos “contabilidade organizada” das estatísticas, ou seja, desde Setembro de 2001. Em Setembro de 2009, foi o capitão João a atingir o notável número, seguindo-se o Zé Manel (Maio), o Tozé (Junho) e o Hélder (Julho). Autênticos marcos para a equipa e para cada um dos heróis. E que este seja igualmente um desafio para os outros Portus, todos eles actualmente em ritmo forte para chegar a tal feito, incluindo os dois elementos mais recentes, Nuno Mota e Pedro Vieira, que são cada vez mais parte da mobília, com a sua grande entrega e espírito PORTUS, dentro e fora do campo.

Fechada a temporada 2009/10 já começamos a pensar na 2010/11 e preparam-se grandes novidades. O PORTUS87 não pára e com os 25 anos de vida ao virar da esquina, é sempre a acelerar. Podes crer!

 

 

 

RESULTADOS

GOLOS

ÉPOCA

V

E

D

MARCADOS

SOFRIDOS

dif.

2001/2002

58

37

6

15

302

196

106

2002/2003

62

44

4

14

334

213

121

2003/2004

60

24

9

27

210

200

10

2004/2005

69

44

6

19

287

184

103

2005/2006

64

47

11

6

280

147

133

2006/2007

78

46

9

22

261

167

94

2007/2008

75

53

8

14

333

190

143

2008/2009

75

58

6

11

380

166

214

2009/2010

65

37

8

20

330

260

70

TOTAL

606

390

67

148

      2.717  

      1.723  

      994  

média

67

64%

11%

24%

4,5

2,8

1,6